Pequim em dois tempos

YZ7J8845
YZ7J8926

Nos últimos tempos, a China deu o start para uma corrida futurista sem precedentes. Se as grandes cidades do país já viram brotar arranha-céus a la Jetsons da noite pro dia, Pequim aproveitou a deixa das Olimpíadas do ano passado para perder o controle. O parque olímpico mais moderno que o mundo já viu inclui um estádio em forma de ninho de pássaro todo feito com uma estrutura curva de vigas de aço e um ginásio para esportes aquáticos revestido de um teflon azul super hi-tech que imita bolhas gigantes. Mas Pequim não parou por aí.

YZ7J0158
YZ7J0283

No coração da cidade, bem ao lado da Praça da Paz Celestial, onde Mao Tsé-Tung, do alto de sua fotografia colossal, ainda reina soberano, o arquiteto francês Paul Andreu ergueu uma casa de espetáculos revestida de vidro e titânio que parece flutuar num lago gigante. Hotéis de luxo, incluindo um que se auto-intitula “sete estrelas”, pipocaram por todos os cantos, bem como galerias de arte super modernas (onde os artistas curiosamente vivem bem longe da censura do governo).

YZ7J8477
YZ7J8664

E no coração do distrito financeiro, até a TV estatal ganhou casa nova: um complexo ousadíssimo projetado pelo mega arquiteto holandês Rem Koolhaas (cujo anexo acabou pegando fogo antes mesmo de ser inaugurado, durante as comemorações efusivas com fogos de artifício do ano novo chinês; mas isso é só um detalhe).

YZ7J8011
YZ7J9453

Mas o que mais fascina em Pequim, curiosamente, é o oposto de tudo isso. A Cidade Proibida, em pleno centro, que abrigou durante séculos as dinastias Qing e Ming em seus 8.700 cômodos, até a queda do último imperador. O palácio de verão da família real, onde as mirabolâncias incluem um “barco” todo esculpido em mármore às margens do lago. As ruelas estreitas onde os velhinhos ainda pintam ideogramas à moda antiga, sob a luz das lanternas vermelhas, e as óperas tradicionais ainda encenadas nos teatros da cidade.

YZ7J1085
YZ7J0015

Os mercados seculares de seda e porcelana. E, no pôr do sol, o Templo do Céu, onde os imperadores realizavam as cerimônias religiosas mais importantes, em meio a um dos jardins mais exuberantes da cidade.

YZ7J0061
YZ7J9038

Os mesmos onde hoje mulheres e crianças envolvem os finais de tarde dourados com o desenho suave de longas fitas coloridas. (Rachel)

YZ7J9349
YZ7J9335

Anúncios

~ por amnasianow em agosto 31, 2009.

3 Respostas to “Pequim em dois tempos”

  1. Os blogs de hj estao geniais… Amei!!

  2. Olá Marco Antônio, meu nome é Danilo Aun de BH. Na verdade quem me apresentou seu trabalho foi a Regina, sua tia… sou vizinho dela, há mais de 30 anos vivemos no mesmo prédio, ela é como uma tia/mãe pra mim! Mas é o seguinte. Trabalho como Rep. Fine Arts aqui, vendendo principalmente fotografias assinadas. Minha família é pioneira na arte da fotografia aqui, Foto Elias… não sei se vc lembra… Tenho interesse em representá-lo também, pois gostei muito do seu trabalho. Dê uma visitada, quando puder, no meu blog: http://daniloaun.wordpress.com/ . Sei que vc volta em breve, a gente pode se encontrar se houver o interesse. Um grande abraço e continue clicando assim!
    Danilo Aun.

  3. as fotos estão belíssimas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: