Índice mongol

YZ7J3912
YZ7J2710

Espremida entre dois pesos pesadíssimos – a China e a Rússia –, a Mongólia tem uma das mais movimentadas histórias de invasões e expansões de impérios do mundo. Gengis Khan, seu destemido imperador nascido no século 12, foi o segundo maior conquistador do planeta, atrás apenas de Alexandre, o Grande. E é até hoje o maior herói nacional, nome de cerveja, de banco, de churrascaria e de pub. Mesmo tendo sido reconhecida como nação autônoma pelas Nações Unidas em 1961, apenas nos anos 90 a Mongólia se livrou das tropas soviéticas – embora os ares comunistas ainda estejam presentes nas fachadas decadentes e nos traçados da capital, Ulan Bator (provavelmete a única cidade com cara de cidade como conhecemos; o resto é mais um aglomerado de gers, as casas nômades típicas do país). Dá para contabilizar muita coisa neste pequeno gigante – menos os milhares de sons emitidos pela combinação surreal de consoantes do alfabeto cirílico importado da União Soviética décadas atrás…

YZ7J4549

13 – é a média de cavalos por cada habitante

YZ7J4221

+ 11 horas – é o fuso horário da Mongólia oriental em relação ao Brasil

YZ7J4166

– 26°C – é a média de temperatura do país no inverno (no verão é + 20ºC, com picos que podem beirar os 40ºC ou os 10ºC num mesmo dia)

YZ7J3516

2,6 milhões – é o número total de habitantes do país, sendo que quase a metade (1 milhão) vive na capital, Ulan Bator

YZ7J3396

1,5 milhão de quilômetros quadrados – é a área total do país (quase três vezes maior que a França e seis vezes menor que o Brasil)

YZ7J2946

1,4 – é o número de habitantes por quilômetro quadrado: uma das mais baixas taxas de densidade demográfica do planeta

YZ7J4552

4,5 milhões – é o numero de mongóis que vivem fora do país, apenas na China e na Rússia (quase o dobro da população residente)

YZ7J2532

34 milhões – é a população total de animais de fazenda, principalmente cabras, ovelhas, vacas e iaques

YZ7J3813

26 litros – é o consumo anual de álcool por pessoa (a vodca lidera o ranking – e o bafo)

YZ7J2608

4 – é o número de vezes em que as famílias nômades mais radicais mudam de endereço ao longo de um ano

YZ7J2898

49.250 quilômetros – é a extensão total das rodovias em todo o país (embora a grande maioria não passe de caminhos abertos no meio do pasto)

YZ7J1483

1.900 quilômetros – é a ínfima extensão das rodovias asfaltadas (menos de 4% do total, embora na prática pareça muito menos do que isso)

YZ7J2874

1.800 quilômetros – é a extensão da linha ferroviária, que basicamente une a China à Rússia através da mítica Transiberiana

YZ7J2836
YZ7J2685

Anúncios

~ por amnasianow em julho 20, 2009.

Uma resposta to “Índice mongol”

  1. Rachel, essa parte da viagem está sendo absolutamente fascinante! E as fotos (lindas!) parecem que passam a magia do lugar!

    Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: