Caleidoscópio

Budamais2mongesV

Quando já não havia mais lugar no ônibus, o motorista fez sinal para um aglomerado de pessoas na porta e elas começaram a entrar. Uma a uma, foram abrindo os assentos dobráveis colados nas poltronas do corredor até que ele simplesmente deixasse de existir. Sobrou uma pessoa de fora, mas nada que a capacidade de aglomeração asiática não resolvesse – um banquinho de plástico surgiu do além e foi plantado na brecha de um degrau no final da recém-criada fileira do meio. 
 

UmtemploBaganV

Nas 13 horas seguintes, o compactado expresso de Bagan e seu ar-condicionado pifado romperam a secura do Myanmar sob um calor de 40ºC, atravessando uma paisagem que poderia ser facilmente comparada à do cerrado mineiro não fosse um detalhe: as centenas de torres douradas das pagodas budistas que brotavam do nada, no meio do nada. Às 4h da manhã, na carroceria de uma caminhonete a caminho do hotel, a escuridão revelava apenas as silhuetas de alguns dos 2 mil templos da região e seus mil anos de história. Bagan, terra de espíritos e de calor. O fim da (nossa) estrada.
 

EstradasolV

Bagan, estrategicamente localizada às margens do mítico Ayeyarwady, foi a capital que mais reis coroou no Myanmar, e nos seus quase 250 anos de glória, entre os séculos 11 e 13, foram erguidos mais de 4 mil templos (mais da metade resistiu ao tempo, a terremotos e ainda está de pé). Hoje, percorrer os 67 quilômetros quadrados da sua zona arqueológica imersa em bruma e pó no ritmo lento de uma charrete é como submergir num caleidoscópio. A cada novo movimento, novos desenhos. A cada novo ângulo, novas miragens. (Rachel)
 

Meninadedo

Anúncios

~ por amnasianow em maio 13, 2009.

8 Respostas to “Caleidoscópio”

  1. Amiga! Você é incrível. Que delícia essa leitura diária.
    E as fotos são de tirar o fôlego. Parabéns Marco!
    Beijo no casal.

  2. Oi, Rachel! Agora e o Marco. Que bom que vc gostou das fotos. Brigadao!
    Vc deve ganhar um premio no final da viagem como leitora preferencial.
    Vc pode escolher, sera entregue na sua casa, sem custos adicionais… : )

  3. Mais uma passadinha aqui para viajar com vocês! Saudades. Aline

  4. Desde que vos descobri aqui – tardiamente, é verdade, mas mais vale tarde que nunca – devorei cada um dos vossos posts, país por país, acompanhado a maravilhosa viagem que estão a fazer! Agora, todos os dias, faço do vosso blog uma paragem obrigatória. E já sinto falta das vossas histórias e fotos! Beijinhos grandes e boas viagens!

  5. Aline, saudades também! Beijos.

  6. Soraia, que ótima surpresa você por aqui, adoramos!!! Muito obrigada! E vamos tratar de fazer logo um I’m in Africa Now para te visitar! 🙂 Um super beijo!

  7. Eu estou aqui “caladinha” mas continuo acompanhando voces.
    Todas as noites,antes de dormir,lhes faco uma visitinha.
    Estou adorando ,aprendendo e me divertindo muito tambem.
    Boa sorte.
    Beijos

  8. Estamos adorando a companhia, Tia Oliva! Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: